sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

Introdução alimentar - BLW

Postado por Erika Gomes às 08:13
Olá! Com tantos rascunhos por aqui, decidi passar na frente de todos e vir falar pra vocês sobre a introdução de alimentos com o Leo. Dia 07/fevereiro ele faz seis meses e, na teoria, é quando ocorre a introdução alimentar. Pesquisei muuito e encontrei o método BLW, ou Baby led weaning (o bebê rege o desmame). Ele tem se tornado cada vez mais "famoso" e desde a gravidez vejo ele de uma forma super positiva, e até fofa haha.
O BLW consiste basicamente na introdução dos alimentos sem ser em forma de sucos e papas. Ao invés de purês, papas de várias coisas misturadas e frutas raspadas, todos os alimentos são dados em pedaços para que o próprio bebê possa descobrir suas texturas, cheiros e gostos.
O interessante do método é que a criança pode provar o gosto de cada alimento separadamente e conseguir diferenciar os sabores, exercitar os músculos faciais na hora da mastigação e desenvolve autonomia na hora de escolher o que e quanto comer, ao contrário do que acontece com as papas, que são os pais (ou cuidadores) que misturam tudo e vão colocando na boca da criança e às vezes até a forçando a comer.

Com isso não quero "crucificar" o método tradicional da introdução alimentar, mas creio que a hora da alimentação deve ser um momento prazeroso, afinal, a criança vai fazer isso pela vida inteira! Pense que, para nós adultos já é ruim comer sem querer, imagine para um bebê que não consegue dizer "estou cheio, não quero mais". Durante o primeiro ano de vida a comida é complemento do "tetê" e não o contrário, então não precisa ficar naquela neura de "meu filho não quer comer", o leite vai sustentar ele enquanto se adapta ao seu ritmo aos outros alimentos.
Sem contar que, por favor, é muito fofo ver eles comendo assim, sozinhos e se lambuzando todos! É um momento tão feliz, de descobertas tão intensas. Mas ah, tem mais uma coisa que diferencia o BLW do método tradicional: nem sempre se inicia aos seis meses. Como eu disse ali em cima é o bebê quem "manda" então devemos prestar atenção aos sinais que ele dá quando está pronto para se alimentar. O primeiro e mais importante é: saber ficar sentado com firmeza,o que geralmente acontece aoz seis meses. É extremamente perigoso estimular a ingestão de alimentos a um bebê inclinado/deitado, pois ele pode se engasgar mais facilmente e alguma coisa ir para as vias respiratórias.

Outro sinal é o bebê demonstrar interesse na comida da família, o que eu achei um pouco complicado de perceber, afinal, eles têm interesse em tudo e levam tudo à boca! Mas se seu bebê chega aos seis meses e não quer saber da comida, como eu disse ali em cima, não se preocupe! Deixe ele brincar com ela, se lambuzar, criar intimidade com o que está oferecendo a ele, e ele vai comer quando se sentir pronto para isso.


Eu estava bem ansiosa em introduzir os alimentos, ainda mais depois de descobrir o método. Me segurei e até agora aos 5 meses estamos firmes na amamentação, mas agora o Leo já se interessa muito pelo que comemos e já provou algumas coisas, sobre isso vou fazer um post separado, haha. No caso dele,não creio que seja uma introdução precoce, afinal faltam menos de 15 dias para os 6 meses, e tem sido mais explorar que comer, mas logo posto sobre isso! Espero que tenham gostado do post, não é muito completo sobre o método mas é porque quero escrever mais sobre a introdução com o BLW juntamente com nossa experiência com ele, então acho melhor um post só do que um sobre frutas e outro sobre "Leo e as frutas" (rs). Até mais e beijoss.

0 comentários:

Postar um comentário

 

Vivendo Para Dois Copyright © 2012 Design by Antonia Sundrani Vinte e poucos